MAIO VERMELHO: NO MÊS DE PREVENÇÃO AO CÂNCER BUCAL CIRURGIÃ DENTISTA TIRA DÚVIDAS E DA DICAS DE PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE DA DOENÇA

13 maio 2022

Estamos no “MAIO VERMELHO”, que, no calendário da saúde, são pautadas ações de conscientização sobre o câncer de boca. Esse tipo de câncer é uma neoplasia maligna que afeta lábios e estruturas internas, como gengivas, bochechas, céu da boca e língua.

Para ajudar na conscientização da população para o auto-exame e na prevenção dessa doença, ou até mesmo, ter um diagnóstico precoce, a Cirurgiã Dentista Angela DallaNora, que atende na Unidade Básica de Saúde de Pinhal Grande, elaborou algumas respostas para as principais dúvidas em relação a esse tipo de câncer, que sendo descoberto no início, tem grandes chances de ser curado. Destacou também, dicas de como prevenir ou até mesmo, identificar possíveis sinais da doença com o auto-exame.

:::::::::: LEIA COM ATENÇÃO ::::::::::

1. Qual a importância desta campanha - Maio Vermelho - para população de Pinhal Grande?

O mês de maio contempla o Dia Estadual de Luta contra o câncer Bucal, dia 31 de maio e traz, nesta campanha Nacional um alerta à população da cidade e aos profissionais da saúde sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de boca.

Embora nós não ouvimos falar muito sobre ele, é uma doença que leva a grande morbidade e mortalidade.

Segundo as estimativas do Instituto Nacional do Câncer são diagnosticados em torno de 15 mil casos de cancer de boca ao ano e destes casos, em torno de 6 mil vão à óbito principalmente devido ao diagnóstico tardio, ou seja, quando o paciente procura o profissional da saúde já era tarde demais pra alcançar a cura.

E aqui em Pinhal Grande nós queremos justamente evitar que isso aconteça.

::::::::::

2. Quais são as causas do câncer de boca?

Quando nós falamos em câncer, temos que lembrar que ele tem uma origem multifatorial, ou seja, vários fatores se somam para que ele ocorra.

Uma das primeiras coisa que nós temos é a predisposição genética, nosso histórico familiar sobre esta doença, porém, para o câncer bucal fatores ambientais, ou fatores chamados extrínsecos tem um impacto no desenvolvimento do muito maior.

Entre estes fatores está principalmente o tabagismo. Ao fumar nós estamos levando ao nosso organismo mais de 5 mil substâncias tóxicas e além delas estamos expondo a cavidade bucal a ação térmica da fumaça que provoca irritação e obriga os tecidos a se reproduzirem mais rapidamente levando a multiplicaçã de células e ao câncer.

Este processo também ocorre quando tomamos chimarrão co a água muito quente, queimamos à mucosa, geramos um dano, obrigando nosso organismo a responder à ele.

Somado ao consumo de cigarro, palheiro, cachimbo, está o alcolismo que potencializa ainda mais o risco do câncer bucal. Pessoas que fumam e bebem de forma frequente e em grande quantidade tem um risco enorme não somente ao cancer bucal mas à vários outros problemas de saúde.

E estes fatores de risco esplicam em parte a maior prevalência de casos em indivíduos do sexo masculino acimo dos 40 anos.

Outra fator que gera um tipo de câncer de boca chamado câncer de lábio inferior é a exposição do lábio ao sol principalmente em horários onde o sol está forte, entre as 10h da manhã e 16h da tarde. A exposição do lábio aos raios ultravioletas neste horários de pico e com uma frequencia alta tem potencial cancerígeno grave. E para o câncer de orofaringe, também um tipo de cancer de boca, temos como principal fator etiológico o vírus HPV transmido através de sexo oral principalmente em

indivíduos que tem múltiplos parceiros e que não usam proteção.

::::::::::

3. Sabendo destas causas, o que podemos fazer para preveni-lo?

A prevenção está diretamente ligada às suas causas, ou seja, desenvolver hábitos saudáveis: não fumar, ou quem fuma, procurar ajuda para parar de fumar. Diminuir o consumo de álcool, principalmente bebidas destiladas que tem mum potencial agressivo bem maior que as outras bebidas.

Aos agricultores, plantadores de fumo principalmente, usar protetor labial com fator de proteção solar diariamente, usar chapéu de aba larga pra proteger a pele, o lábio da radiação solar.

E uma das coisas mais importantes - o autocuidado em relação à saúde da boca.

E dentro deste ponto duas coisas importantíssimas - observar a saúde dos seus tecidos bucais que contemplam além dos dentes, a língua, bochechas, o palato, soalho bucal e lábio e isso pode e deve ser feito através do auto-exame.

O segundo ponto pra prevenção é ir ao dentista com frequência para que o profissional possa realizar um exame da cavidade bucal e diagnosticar precocemente qualquer tipo ou sinal de doença.

::::::::::

4. Como que em casa podemos realizar este auto-exame e que tipo de sinal

devemos procurar?

Assim como o auto-exame de mama para o cancer de mama, O autoexame bucal nada mais é do que olhar e tocar em frente à um espelho todas as estruturas da cavidade bucal e ao redor dela.

O câncer bucal inicia muito silenciosamente, geralmente o paciente não tem nenhuma sintomatologia, raramente doi, mas alguns sinais podem ser percebidos como - feridas, úlceras ou aftas que não cicatrizam dentro de 10 a 15 dias, começam a aumetar de volume, manchas enegrecidas, manchas vermelhas ou brancas parecidas com a nata do leite que não descamam, não saem. Outro sinal é o aparecimento de um carocinho no pescoço que não some, como uma ingua. Para o câncer de orofaringe também é muito importante perceber rouquidão que não passa, alteração na voz.

Os lugares que as lesões podem aprecem são principalmente no bordo lateral da língua, bochecha, céu da boca, embaixo da língua - no assoalho bucal e gengivas.

Assim, em casa deve-se, com o auxílio de uma colherinha por exemplo e uma lanterna olhar em frente ao espelho nossa cavidade oral procurando estes sinais.

Ou podemos pedir também para que um familiar faça este exame pra nós.

Avalia a aparência do lábio, tracionando-o pra baixo e pra frente, afasta a boochecha e a observa, olha o aspecto do céu da boca, da gengiva, coloca a língua pra fora, podemos puxá-la com uma gaze ou trazê-la para o lado observado ser bordo lateral, eleva a língua e olha embaixo dela, nos soalho bucal.

E sempre que encotrar qualquer feridinha, manchinha que não some, não cicatriza, um aumento de volume estranho, ir nos procurar na unidade básica de saúde ou ligar pro posto agendando uma consulta pra fazer um exame bucal e garantir um diagnóstico mais precoce possível quando o cancer bucal ainda é passivel de cura.

O grande problema do cancer de boca é que nós o diagnosticamos aqui no Brasil quando ele já está muito avançado e seu tratamento vai exigir grandes procedimentos cirúrgicos gerando uma grande morbidade ao paciente com baixas taxas de cura.

::::::::::

5. E para aqueles pacientes diagnosticados com cancer de boca, qual o tratamento?

Felizmente, para os pacientes com diagnóstico precoce, ou seja, quando a lesão está ainda iniciando, bem pequena, as chances de cura são muito altas. Se fará a remoção cirurgica desta lesão, ela será avaliada histologicamente e o paciente acompanhado periodicamente, 3x ao mês pra avaliar outras possíveis lesões que podem surgir.

Porém, nos casos em que a doença já está avançada, a remoção cirurgica total da lesão com margem de segurança é realizada. Assim, o paciente pode ficar mutilado, remove-se toda a area afetada, muitas vezes o paciente fica sem a mandíbula, sem a bocheca, sem a língua precisando de vários procedimentos reabilitadores e baixando muito sua qualidade de vida, afetando a alimentação, a fala. Além disso realiza-se nos casos maisgraves radioterapia e quimioterapia para diminuir a lesão previamente à cirurgia ou tentar conter uma possível metástase à outras partes do organismo.

::::::::::

6. Qual recado você que deixar à população de Pinhal Grande?

O principal recado neste mês de maio, nesta "Campanha Maio Vermelho" é que você, em casa, principalmente homens acima de 40 anos, pessoas que fumam e bebem com frequência, ainda hoje, ainda esta semana, devem fazer o auto-exame. Então antes do banho, após escovar os dentes reserve dois minutos pra cuidar de sua saúde bucal, aqueles que usam prótese devem retirá-la previamente.

Pegue a lanterna do celular, uma colherinha e observe seu lábio, sua bochecha, a gengiva perto dos dentes, coloque a língua pra fora, puxa ela pra um lado, pro outro, olha embaixo dela, no céu da boca, observa se está tudo com aspecto saudável, rosinha, avermelhado e se encontrar qualquer coisa que lhe chame atenção.

Uma mancha vermelha, esbranquiçada ou escura, alguma feridinha, ou um carocinho perto do pescoço, abaixo da mandíbula, procure a equipe de saúde bucal do posto de saúde ou seu dentista particular pra fazer um exame clínico. Só assim nós vamos deixar Pinhal Grande fora das estatísticas do Cancer Bucal!

.

.

.

.